Tivemos cerca de 87mil visitas desde janeiro/2016 - 7700/mês e mais de 214 mil desde julho/2007

15.5.12

A força das pequenas coisas...

Em Setembro de 2010, fruto da avaliação então realizada de muitas sugestões orais apresentadas pelos turistas no parque de campismo e nos dois postos de turismo do Município – Turismo junto à Mata dos Sete Montes e Casa Vieira Guimarães, no início da corredoura do mestre (Rua Serpa Pinto) - a vereação socialista do Turismo tomou a decisão de adquirir 10 bicicletas, que custaram cerca de 150€/cada.

O objectivo era simples: colocar à disposição dos turistas, nos postos de turismo, no parque de campismo e eventualmente no quartel dos bombeiros, bicicletas que pudessem ser usadas prioritariamente pelos turistas, através de um pagamento simbólico, o qual garantisse a logística da sua movimentação e manutenção. Isto além de iniciar um projeto-piloto de promoção e introdução de uma lógica ciclável à cidade de Tomar

A entrega do pelouro cerca de um mês depois, inibiu de todo a concretização desse projecto e a vereação que se lhe seguiu, da responsabilidade dos sociais-democratas deixou o projecto a “marinar” durante todo este tempo. As bicicletas no entretanto estiveram guardadas no quartel de bombeiros, aguardando utilização conveniente, só tendo sido daí removidas para armazém no parque de campismo, no início deste ano, após terem aí sido vandalizadas depois a entrega do pelouro dos bombeiros por parte dos socialistas no final de Novembro de 2011. Quando saímos o ano passado todas as 10 bicicletas se encontravam em pleno funcionamento, tendo sido inclusive verificadas e tido pequenas manutenções no decurso do mês de Outubro de 2011.

Ou seja, quase dois anos depois, os sociais-democratas foram INCAPAZES de dar uso a dez bicicletas adquiridas com o intuito de promover o uso ciclável da cidade e prover a mais um serviço ao turista.

A ideia em 2010 era ainda observar qual o impacto da medida e eventualmente se esta tivesse sucesso, adquirir mais bicicletas, sendo certo que felizmente já estão a aparecer no mercado empresas que alugam bicicletas e promovem o seu uso junto dos turistas e dos cidadãos da Cidade, demonstrando a estratégia acertada da iniciativa da vereação socialista há dois anos.

Na última Assembleia Municipal foi de novo aprovada proposta da bancada socialista, com o intuito de pressionar o Município a dar sequência à estratégia encetada em 2010 pela vereação socialista. Foi aprovada por ampla maioria, apenas com os votos contra dos “caçadores” do PSD, Presidentes de Junta da Serra e dos Casais, com o argumento que “as bicicletas não serviam para ir à caça “(sic)!

É assim a política em Tomar: INCOMPETÊNCIA, INVEJA e um qb de BOÇALIDADE!

E depois querem que sejamos respeitados em algum lado. É que o fato de termos o Património Mundial classificado pela UNESCO, não dá cultura ou capacidade aos momentâneos titulares do poder local, por osmose. Este é um pequeno exemplo de que a diferença se faz, também, nas PEQUENAS COISAS.

Nesta como em outras matérias, os socialistas podem e devem ser avaliados pelos Tomarenses.

Sem comentários: