Tivemos 97.798 mil visitas em 2016 - 8150/mês, 46.866 de janeiro a maio de 2017 e mais de 274 mil desde julho/2010

23.6.05

O MANIFESTO ANTI-POLVO II

Fomos brindados esta semana, com mais um conto do fantástico: a recandidatura do Sr. que tudo sabe e manda, a Presidente da Câmara pelo PSD.

O Homem vive decididamente noutro mundo, ao achar que em Tomar são todos uns "pacóvios" que lhe veneram a sombra, ou que tendo medo da sua actuação "polvolar", se restringem à crítica privada e não o fazem publicamente.

Não é essa a postura do Presidente do PS! Nunca foi perante outros "aprendizes de ditador" no passado, não o é perante o futuro.

Nunca como hoje - especialmente depois de ler o anedónico da justificação da sua recandidatura -, que se exige uma Mudança forte no Concelho de Tomar.

O Homem não anda mesmo bem da cabeça: Quem ler o seu escrito, fica na dúvida se ele é Presidente de Câmara há sete anos. Fica na dúvida se ele fala do Concelho de Tomar, ou de qualquer outro espaço territorial virtual, que a existir, só na sua cabeça.

Então o Homem não vê aquilo que todos já viram: Investidores a fugir de Tomar, Empregos a fugir de Tomar, Famílias a fugir de Tomar, Jovens a fugir de Tomar, a Paciência a fugir dos Tomarenses.

E que dizer da mentira da colocação da GNR na Zona Industrial: Nunca esteve prevista!

E que dizer da mentira que nos tem contado sobre o negócio chorudo da parque de Estacionamento por detrás da Câmara?

E que dizer dos 600.000 contos de dívidas de curto prazo (até 1 ano) que a Cãmara tem com o pequeno comércio de Tomar?

E que dizer das "Paivadeiras", o maior monumento nacional ao disparate de uso de fundos públicos?

E as suas célebres rotundas: acanhadas, quais baias de gado bovino, constituindo um perigo à circulação automóvel, um desastre na fluência do trânsito, uma aberração na defesa dos direitos dos transeuntes, enfim uma completa aberração de engenharia, de estratégia e gestão de fundos públicos!
E que dizer da sua estratégia para o desenvolvimento do desporto em Tomar: Campos de Ténis, são mesmo o "cluster" desportivo que queremos? E os cerca de 400 jovens que aprendem Futebol em Tomar: qual o seu futuro?
E que dizer da promoção da Habitação Social em Tomar? Sete anos depois estamos na mesma!
Aliás digam com verdade: alguém conhece algum problema que o Concelho tivesse em 1997 que tenha sido efectivamente resolvido por este Senhor?

Mas ninguém interna o Homem?

13.6.05

ESTOU CONTENTE, PORQUE ESTOU FELIZ...

O ambiente de preparação das autárquicas decorre, em Tomar, num ambiente ameno, sem que se dê suficiente atenção ao ímpar facto de o PSD ainda não ter candidato, nem Lista para a Câmara assumidos.

Nada disto seria estranho, se não corressem pela Cidade os mais díspares disparates sobre a eventual não candidatura do actual(ais) inquilino(s) do poder na Praça da República. Não acredito!
Mas também, tal facto é irrelevante sob o ponto de vista do futuro do Concelho. Todos sabemos que o PSD não se apresentará com qualquer projecto mobilizador, com qualquer estratégia de desenvolvimento. Aliás sabemos, isso sim, que sejam quais forem os protagonistas as políticas serão as mesmas: lei da Rolha para as opiniões contrárias, perseguições aos funcionários, deslizes financeiros em todas as obras, processos em tribunal por incumprimentos vários, falta de apoio às Freguesias e às Associações, incapacidade de promover o desenvolvimento económico e a fixação das populações.
Portanto, do PSD nada de novo! As únicas novidades serão o de saber como é que aqueles senhores vão resolver o "berbicacho" das aposentações que estavam à espera de ter, à nossa custa. Só isso os preocupa, só isso os motiva!
Quanto à CDU introduziu uma brilhante novidade: o seu objectivo é atacar o PS! Novidade, disse eu? Não. Tal também não é novidade. A novidade está em que a CDU se rendeu à proposta de solução do Metro de Superfície, apresentada pelo PS há vários anos. OK! Por aqui temos um bom começo. Agora aquela de "recauchutar" um velho político da praça, que defende uma coisa e pratica outra, não lembrava ao diabo para uma Lista encabeçada por uma Jovem promissora como é a camarada Silvia...
Quanto ao Bloco e ao CDS-PP, aguardamos com espectativa as suas propostas e os seus protagonistas, certos de que cumprirão as missões para as quais estão vocacionados: serem a séria consciência crítica à esquerda e à direita da sociedade Tomarense. Como socialista ambiciono que assim o consigam.
Enfim! Quanto à candidatura do PS ela aí está, calmamente, a recolher contributos para a sua Agenda para o Desenvolvimento do Concelho, colocando a ênfase no trabalho de proximidade com as pessoas e as forças vivas, liderando o progresso económico, dando-lhe o cariz social - marca histórica dos socialistas, impondo a responsabilidade, a eficiência e a eficácia do serviço público, apostando no Turismo e na Cultura, marcas únicas daquilo que tem sido o contributo de Tomar ao longo dos séculos para a Humanidade...
Recuperar a identidade de Tomar num contexto regional, é já de todos sabido ser um objectivo claro dos nossos candidatos.
Como dizia um amigo meu: estou contente porque estou feliz!
Participar num grupo de trabalho como este em que tenho tido o orgulho de trabalhar, com objectivos e com ética republicana de serviço público, só me pode mesmo deixar feliz: Porque sei que é assim que os meus dois filhos terão um Concelho melhor no futuro...