Tivemos 97.798 mil visitas em 2016 - 8150/mês, 52.175 de janeiro a junho de 2017 e mais de 279 mil desde julho/2010

30.9.10

Moção contra vereador socialista, aprovada com voto de qualidade de Miguel Relvas

Caso "Lobo Antunes", trazido à Assembleia Municipal de Tomar pelo BE, aprovada com voto de qualidade de Miguel Relvas, após empate de nove votos a favor(BE e IpT), nove votos contra(PS) e dezoito abstenções(PSD,CDU e ind.)

Depois de vários considerandos, termina a Moção:
"Neste contexto a Assembleia Municipal de Tomar, reunida na Casa Grande do Concelho, a 30 de Setembro de 2010, decide que o vereador Luis Ferreira não reúne condições para continuar a exercer os pelouros da cultura e do turismo"

Sem comentários!
Dá para reflectir, não dá?

Demasiada preocupação sobre assunto, que não merece mais de duas linhas. Uma diversão cultural, muito ao jeito do "Cú de Judas".
E riam-se, que rir é sempre o melhor remédio!

.

24.9.10

"Nas vésperas da revolução de 1910, Joaquim Francisco andava de novo armado de pistola, bom soldado e pronto a tudo. Conhecendo-se um pouco melhor, jurou a si próprio nunca ficar sozinho."
- in O golpe do ascensor da biblioteca, de Luis Costa Gomes

Bom carbonário este Joaquim Francisco, que nos tempos difíceis pré-revolução usava a sua "arma", mas nunca queria ficar sozinho.

Num tempo em que se exige a cada um dos decisores maior coragem, na uso das suas "armas", sejam elas a voz, a pena, a decisão pronta, o grande exemplo deste carbonário em tempo próprio é "nunca ficar sozinho".

Ora muito bem, vamos por aí!

23.9.10

Da crise, na crise e pela crise

Nos últimos meses só se fala em crise e de crises.

Em Tomar não se foge à regra. Mas o que é certo, é que o ambiente de negócios ligado directa e indirectamente ao Turismo, melhora em todos os indicadores.

A estratégia que montámos, as dezenas de milhares de euros que decidimos investir, parte deles com Financiamento comunitário, alicerçados em parcerias com diferentes entidades, que envolvem todos os produtores culturais do concelho, do teatro à Musica, da educação à etnografia, provam que investir tem retorno.

E os números aí estão a aparecer: Nos primeiros primeiros oito meses do ano de 2010, os nossos Monumentos da Cidade foram visitados por mais 7,5% de turistas, do que no ano anterior, num período em que o nosso maior monumento, o convento de Cristo, teve uma redução de 5%, especialmente devido ao aumento do preço dos bilhetes de 5 para 6€.

Num global de cerca de 87 mil visitantes aos nossos monumentos da Cidade (106 mil no Convento), tivemos um aumento de cerca de 6 mil.

É ainda um pequeno o impacto? Talvez.
Vale a pena continuar? Não tenho duvidas.
Parar este caminho seria um verdadeiro suicídio estratégico para uma Cidade e para um
concelho, que vem estando adiado há imenso tempo.

21.9.10

Apresentação de contas dos pelouros (10º mês de exploração)

No âmbito dos pelouros que tutelo - Bombeiros e Protecção civil, Cultura, Turismo e Parque de Campismo, Museus e Gabinete de Apoio ao Consumidor, este é o resumo dos gastos autorizados (ao abrigo da competência delegada) e das receitas arrecadadas desde 30 de Outubro de 2009 (inicio das minhas funções como vereador a tempo inteiro), até 31 de Agosto de 2010 (10 meses).

Bombeiros - Receitas de 149.492,77€ e 142.743,95€ de despesa;

Turismo/Campismo - Receitas de 67.687,13€ e 203.285,85€ de despesa;

Cultura - Receitas de 9.367,76€ e 154.437,17€ de despesa;

Museus - Receitas de 6.270,19€ e 56.279,51€ de despesa;

Num total, em 10 meses, de 232.817,85€ de receita e 556.746,48€ de despesa ( taxa de cobertura de 41,8%), tendo o conjunto dos 67 colaboradores directos, de diferentes categorias e vínculos à administração publica, custado ao município cerca de 772.000€ em remunerações, complementos e subsídios.

Os três protocolos em funcionamento, com a Associação de Bombeiros, o Centro de Estudos de Arte e Património e a Associação Portuguesa de Turismo Cultural, tiveram associada uma despesa directa ou indirecta de 226.500€.

Fui assim responsável por uma despesa directa e indirecta de 1,555 Milhões€  e uma receita de 232.817€, obtendo assim uma taxa de cobertura de 14,8%.

(Valores obtidos com base nas informações obrigatórias apresentadas às reuniões de Câmara Municipal, nos termos da legislação em vigor)

.

13.9.10

Tomar nas Jornadas Europeias do Património

“Nada é mais triste que um ser humano mais acomodado”
– Sophia de Mello Breyner

.

9.9.10

Decisões tomadas na reunião de Câmara de hoje

Confirme no blogue oficial do Partido Socialista de Tomar

http://pstomar.blogspot.com/2010/09/decisoes-de-camara-relevantes.html

Próxima reunião de Câmara, Segunda-feira, dia 13 de Setembro. Pode sempre conferir no separador lateral a respectiva ordem de trabalhos.

7.9.10

Município vai decidir adiantamento ao Associativismo

Na próxima Quinta-feira, dia 23 de Setembro, na reunião de Camara Municipal, o Municipio irá decidir por um adiantamento de 50%, tendo por base os apoios atribuídos em 2009 às Associações do Concelho.

Tal torna-se necessário visto que o sistema de apoio, em vigor há mais de dez anos, ter sido suspenso no inicio do ano, para reformulação e ainda não ter sido possível terminar o respectivo processo, o que se esperava ter sido possível até ao final de Março.

Assim, todas as Associações que receberam apoios em 2009, verão o município transferir-lhes um adiantamento por conta do apoio que vier a ser decidido, pelas novas regras para os apoios de 2010, no montante de 50% do que haviam recebido.


Haverão três princípios, sobre os quais as novas regras de apoio ao associativismo deverão assentar:

1-Simplicidade processual, reduzindo toda burocracia;

2-Valorização formativa, dando relevância ao investimento na formação nas áreas desportivas e culturais;

3-Disponibilidade territorial, incentivando a coesão através de iniciativas por todo o Município.

5.9.10

Cine-Teatro Paraíso chegou, finalmente, ao Facebook.

Depois de terem chegado "as pipocas" ao Cine-Teatro, eis agora que ele se lançou em
mais uma aventura na nova plataforma, cheio de surpresas e novidades para os "seus amigos".

Cine-Teatro Paraiso

2.9.10

Parabéns IFM

Ao fim de cerca de 14 meses de um longo e dificil processo, foi possível que a viabilização da "Platex" (IFM) fosse concretizada.
Foi possível, passado que foi o tempo dos radicalismos e dos aproveitamentos partidários realizados em vésperas das eleições europeias, legislativas e autárquicas e em plena crise do crédito internacional fazer o adequado percurso, já na serenidade do pós-eleições, encontrar os acordos necessários.

A retoma da actividade da empresa, depois da concretização do compromisso do Governo de Junho de 2009 de activar "capital de risco", da "visão" dos representantes dos trabalhadores, que souberam perder uma pequena parte da divida existente para com eles, que tanta falta lhes faz, tudo isto em prol da viabilização da empresa e da retoma de parte substancial dos empregos que durante ano e meio estiveram totalmente em risco.

Este caso demonstra que o bom senso não carece de normativo, mas sim
apenas de uso.

Parabéns à nova empresa, aos seus fornecedores e trabalhadores.
Se e quando forem possíveis de fazer novos investimentos, poderá esta unidade fabril ter ampla
viabilidade e poderá vir a criar ainda mais riqueza no Concelho de Tomar e na região.