Tivemos cerca de 87mil visitas desde janeiro/2016 - 7700/mês e mais de 214 mil desde julho/2007

24.9.10

"Nas vésperas da revolução de 1910, Joaquim Francisco andava de novo armado de pistola, bom soldado e pronto a tudo. Conhecendo-se um pouco melhor, jurou a si próprio nunca ficar sozinho."
- in O golpe do ascensor da biblioteca, de Luis Costa Gomes

Bom carbonário este Joaquim Francisco, que nos tempos difíceis pré-revolução usava a sua "arma", mas nunca queria ficar sozinho.

Num tempo em que se exige a cada um dos decisores maior coragem, na uso das suas "armas", sejam elas a voz, a pena, a decisão pronta, o grande exemplo deste carbonário em tempo próprio é "nunca ficar sozinho".

Ora muito bem, vamos por aí!

Sem comentários: