Tivemos 97.798 mil visitas em 2016 - 8150/mês, 52.175 de janeiro a junho de 2017 e mais de 279 mil desde julho/2010

25.10.04

PORQUE É QUE ELES NÃO PERCEBEM?

O PS a que tenho a honra de Presidir em Tomar, contra o desejo evidente de António Paiva, aproxima-se do início de mais uma fase da sua vida de serviço à comunidade, com a sua Convenção Autárquica de 2004, a 12 meses das eleições do ano 2005.

Com o aproximar deste evento, têm crescido as expectativa sobre o futuro que o PS quer para todos nós. Eu, enquanto Presidente sou o primeiro a estar expectante, pois nem sempre é fácil fazer a pedagogia necessária para mudar hábitos de actuação e postura, que têm dezenas de anos.



17.10.04

APOSTAS

Somos muitas vezes dados a reflectir sobre que grandes traços do caminho devemos dar.

Sou da opinião que o "choque tecnológico" na nossa sociedade é de facto essencial, muito especialmente no interior do País. Aí entendo que compete aos responsáveis autarquicos desenvolverem estratégias que melhorem a interacção dos governantes com os governados.

Defendo por isso que cada CIDADÃO do NOSSO CONCELHO de FUTURO ESTJA NO MÁXIMO A 1 KM DE TODOS OS SERVIÇOS PÚBLICOS.

3.9.04

MAIS IGUALDADE, MELHOR DEMOCRACIA

Tenho sido nos últimos tempos abordado sobre as razões pela qual decidi apoiar Manuel Alegre, na sua candidatura para Secretário-geral do PS.

Quem me conhece à vários anos na política, sabe que os fundamentos em que me tenho baseado, estão alicerçado numa visão "nobre" da política, como serviço "estóico" à causa pública. Sempre entendi a política como um acto natural da vida e ser do PS, como um exemplo de seriedade e honestidade na condução dos destinos de todos.

Desde muito miúdo - entrei para o PS aos 16 anos -, olhei para homens como Francisco Salgado Zenha, Mário Soares e Manuel Alegre, como referências pessoais. Da sagacidade de Zenha, ao realismo de Soares, passando pela determinação de Alegre, se construiu o PS que hoje existe.

Por muitas vicicitudes passou entretando o PS, desde que em 83 me fiz militante, muitos Secretários-gerais teve, mas sempre numa lógica de serviço ao povo e de determinação na governação, foi o apanágio deste.

Estou certo que no futuro assim será!

Manuel Alegre representa para mim um exemplo que pretendo continuar a seguir - sem transviar! O PS não precisa de se "travestir" de direita, centro ou de esquerda. O PS precisa, isso sim, de se assumir na diferença de respeito social para o PSD, de defesa intransigente da opinião democrática diversa para o PP e do respeito pelo equilíbrio económico para o PCP e para o BE.

Para mim os eleitores quando são chamados a votar, devem ter a efectiva possibilidade de votar numa alternativa e não apenas numa alternância.

Para Manuel Alegre os valores contam e a equipa de dirigentes que o acompanham devem merecer a confiança dos socialistas, ou pelo menos daqueles que não se envergonham de dizer "camarada" e que assumem que o coração bate, um pouquinho mais, no lado esquerdo do peito!

Porque o sonho ainda é possível, optei claramente por assumir o apoio a Manuel Alegre, deculpem por isso qualquer coisinha...


25.8.04

Conduzir ou ser conduzido?

Porque perguntas para onde
e porque anseias liberdade?
Estarás aqui por acaso,
Acaso simples de verdade?

O Homem segue seu caminho
num torreiro desgraçado,
encontrando seu amigo
pelo vício mui toldado.

De moderno se diz arauto
o líder iluminado,
e da rosa se diz o filho
talvez dela o mais mimado.

Melhor seria atalhar caminho
andar em frente para o futuro,
pôr o PS num bom trilho
e ter um líder seguro!