Tivemos cerca de 85mil visitas desde janeiro/2016 - 7600/mês e mais de 212 mil desde julho/2007

24.5.12

Falta de diálogo em Tomar. Até quando?

 
(Cidadão Manuel Anjos, há quinze anos a denunciar situações de abuso na Freguesia de S.Pedro, sem resultado, nem resposta)


Hoje está a ser mais um dia de atendimento público às populações, onde recorrentemente aparecem os mesmos problemas, pelas mesmas pessoas.

Já sou vereador há cerca de 31 meses e todos os meses a cena se repete: os memsos problemas, quse sempre relacionados com atrasos de resposta da Câmara, a problemas que se arrastam e arrastam meses, anos, sem resposta ou resolução.

Hoje o Presidente é Carlos Carrão (PSD), o ano passado era Corvelo Sousa (PSD), quando há quatro anos era António Paiva (PSD) e os problemas são os mesmos, as mesmas respostas. Seja a revisão do PDM, a recepção dos cidadãos pelos serviços, nomeadamente no urbanismo - com pequenos hiatos com os vereadores socialistas Carlos Sousa (1998-99) e José Vitorino (2010-11), habitação social, insalubridade, roubo de caminhos públicos, bens públicos, construções ilegais, etc, etc

Hoje foi um municípe a questionar sobre uma proposta, com um ano, de criação em Tomar de um serviço de Guarda-Noturno na Cidade de Tomar.
Outro cidadão que pela terceira vez questionou sobre processo de implantação de muro/casa, quando não â resposta por parte dos serviços.
Outro que veio pela enésima vez denunciar a construção ilegal no Bico do Zorro (S.Pedro), num acesso que era público à albubeira de castelo de bode, isto desde 1998.
Outra a solicitar informação, não prestada, sobre a extensão do horário de funcionamento de café e bar.
Outra pela quinta vez neste mandato sobre o acesso a habitação social do Município, situação repetida por segunda cidadã com o mesmo problema...

E todos os meses é isto, uma vez que a última reunião ordinária de Câmara é pública. A próxima é no dia 21 de Junho. E a história ir-se-á repetir, decerto...

Falta de respostas administrativas. Falta de atenção pelos problemas sociais. Falta... Falta... Até quando?

Sem comentários: