Tivemos cerca de 87mil visitas desde janeiro/2016 - 7700/mês e mais de 214 mil desde julho/2007

26.3.12

Parque Escolar: a maior renovação na Escola Pública dos últimos 50 anos

In "jornal de Notícias" on-line

O secretário nacional do PS, José Luís Carneiro, acusou, este sábado, o Governo de tentar "desviar atenções de uma agenda neoliberal" que pretende "colocar em causa a escola pública, a propósito das irregularidades detetadas na Parque Escolar.

 
foto RUI OLIVEIRA/GLOBAL IMAGENS

José Luís Carneiro
 
"O que o Governo está a tentar fazer é desviar atenções de uma agenda neoliberal que pretende colocar em causa a escola pública. O PS está interessado na avaliação do projeto Parque Escolar, não podemos é retirar a atenção do que é fundamental: a aposta na escola pública", afirmou José Luís Carneiro.

O responsável socialista respondia assim às questões dos jornalistas sobre as despesas e pagamentos ilegais detetados pelo Tribunal de Contas em contratos da empresa Parque Escolar, criada em 2007 pelo Governo de José Sócrates para levar a cabo o programa de modernização do parque escolar do Estado.

"Não podemos permitir que o Governo utilize estes estratagemas, estes instrumentos, para colocar em causa a aposta fundamental de um Estado de direito democrático: o acesso de todos a uma escola pública de qualidade", frisou José Luís Carneiro.

O secretário nacional socialista frisou que o PS "é favorável à transparência, à prestação de contas e à avaliação rigorosa por parte das entidades competentes".

Por isso, no caso concreto da Parque Escolar, José Luís Carneiro diz que "o PS quer que a avaliação se faça com exigência, rigor, isenção, imparcialidade e independência por parte das entidades que avaliarem esses investimentos".

EM TOMAR:
Uma nova Escola, a velhinha Jacome Ratton, ou Escola Industrial para os mais velhos, ganhou nova alma e é hoje um verdadeiro ex-libris.
Tenho para mim que este ataque da direita neo-fascista instalada no poder, apenas é feita por questões ideológicas. Para eles a Escola publica não pode ter boas instalações, qualidade ou "pedigree", numa expressão tão cara aos pêpêdocas locais.
Nisso e na aposta tecnológica tinham os governos do PS absoluta razão. Um pais só evolui com formação de qualidade e com incorporação tecnológica.
Tal não perdoa os erros administrativos e à fuga à legalidade que poderá ter existido em alguns procedimentos, mas daí concluir que não se devia ter investido na recuperação das EscOlas e na formação e disponibilização tecnológica vai a distancia que separa os que veem mais longe do que os fantasmas que por lá têm no armário...

Sem comentários: