Tivemos cerca de 85mil visitas desde janeiro/2016 - 7600/mês e mais de 212 mil desde julho/2007

15.6.16

Presidente do Departamento de Troyes (Aube), visita Tomar na próxima semana

Uma delegação francesa, da cidade de Troyes, faz uma visita não oficial a Portugal na próxima semana, sendo chefiada pelo presidente do Conselho Geral do Departamento de Aube, o senador Philippe Adnot.
 
Em Troyes, precisamente, decorreu em 1129 o Concílio com o mesmo nome, onde foi formalmente constituída a Ordem dos Templários.
 
E foi com o objetivo de estreitar as relações com os responsáveis regionais, que aí se deslocou, em outubro de 2014, uma delegação do Município de Tomar, que tive a honra de integrar, e que incluiu parceiros da organização da Festa Templária e da Associação Templanima, que já havia realizado um trabalho preparatório em 2012, aquando da realização em Troyes de um importante Congresso sobre os Templários, onde foi orador o Prof. Ernesto Jana.
Senador Philippe Adnot, ao centro e Cristelle Taillardat (de lenço), aquando da visita realizado em 2014 a Troyes 
 
Das diversas reuniões de trabalho ao nível político no Departamento de Aube, ao nível técnico do Museu Templário de Payans, terra de origem do fundador da Ordem, Hugo de Payans, dos Arquivos Departamentais e da Judiaria de Troyes, foi possível dar os passos necessários para a concretização de uma candidatura ao Conselho da Europa, em outras reuniões posteriormente realizadas, nomeadamente em Tomar em novembro de 2015, onde ficou assumida a preparação de uma candidatura a itinerário cultural europeu, que se espera poder ser concretizado ainda este ano - muito provavelmente no decurso do terceiro Trimestre, segundo a programação o ano passado estabelecida.
 
O Senador Philippe Adnot, virá acompanhado de Christelle Taillardat, que é hoje a Diretora do Comité Departamental de Turismo de Aube, que tem já uma equipa científica a trabalhar em França, com Jean Michel Puydebat, especialista em Turismo Cultural e onde, espero que em Portugal possa contar com o empenho dos Prof. Carlos Veloso e do Prof. Ernesto Jana, que vem acompanhando o processo desde há vários anos, não só no já referido Congresso Templário de 2012, como o ano passado na Conferência sobre Ordens Militares das Idade Média, realizado no final de fevereiro de 2015 em Monzon (Espanha), onde apresentou um trabalho sobre a Igreja de Santa Maria dos Olivais de Tomar.
Visita de trabalho em novembro de 2015, com Christelle Taillardard e o perito JM Puydebat (junto ao presidente do Município da Barquinha)
 
Além de outros locais em Portugal, a delegação da Região de L'Aube, estará em Tomar na quinta-feira, dia 24 de junho, onde estou certo disso realizarão as necessárias reuniões de trabalho e visita ao Castelo Templário, de forma a continuar o trabalho de estreitamento de relações, entre a Região Francesa da Champagne, onde Aube se insere e a Região Templária de Portugal.
 
O veterano senador, pessoa assaz afável, é um empresário agrícola de sucesso da região - na área da produção intensiva de batatas - que nesta região francesa é de nível industrial, relembrando uma característica cultural da marca Templária, pouco avaliada em Portugal, que tinha relação direta da atividade militar de defesa, introdução e desenvolvimento tecnológico, na área agrícola, que os Templários promoviam nas regiões onde tinham Comendas, que mais não eram do que Quintas que forneciam alimento, riqueza e homens, para as Cruzadas que demandavam, ou a Terra Santa ou nalguns casos a Península, ajudando à reconquista cristã.
 
Estou certo que na visita a Tomar, haverá espaço para uma visita ao excecional laboratório de restauro do nosso Instituto Politécnico, uma vez que tivemos aquando da visita a Troyes a oportunidade de visitar o Arquivo Regional e de manusear peças únicas, em pergaminho, do tempo do Império Carolíngio e da Baixa Idade Média.
 
É bom saber que, na conjugação de esforços de diversas entidades, individualidades e junção de saberes, o caminho para a constituição, a nível europeu, do reconhecimento da Rota dos Templários, como Itinerário Cultural Europeu, se vem fazendo, passo a passo e onde Tomar tem um papel determinante.
 
É de bom augúrio esta visita, a escassas semanas da Festa Templária de 2016, desta feita com o devido destaque na História e ligada a um acontecimento relevante - o Cerco de 1190.

1 comentário:

Templ'Anima disse...

Boas noticias! Seria optimo que Mr.Adnot se interessasse pela Quinta da Cardiga ...para futuras sementeiras! Ao menos aquele espaço sempre "ficava" na Ordem!
Uma nota : existem outras versões para o logo da Rota...dê uma olhada no n/blog.