Tivemos cerca de 85mil visitas desde janeiro/2016 - 7600/mês e mais de 212 mil desde julho/2007

5.7.12

Lei dos compromissos do PPD pára autarquias

Estava de ver: o PPD depois de parar o desenvolvimento de Tomar, através de relvas, paiva, corvelo, carrão e companhia, durante 15 anos, está agora a parar o País.

A Lei dos compromissos (Lei 8/2012), em aplicação plena desde o dia 1 de Julho, leva ao seguinte fato, no Concelho de Tomar:

-Durante o mês de Julho, além de pagar os salários, os compromissos bancários e os contratos em vigor, o Município de Tomar tem disponíveis, para NOVOS COMPROMISSOS com investimento, despesas correntes, gasoleo para os carros de bombeiros e do lixo, produtos de limpeza e higienização, higiénico, clipes, etc, etc -5,9 Milhões€. Leu bem: MENOS 5,9 MILHÕES DE EUROS!

Ou seja: tem a sua atividade PARADA. (Eu sei que talvez até seja melhor estar parado do que a fazer disparates, mas quando estamos a falar de prestar apoios urgentes a pessoas e a garantir um mínimo de serviços essenciais, o caso é grave).

Mais: NENHUMA AUTARQUIA DO MÉDIO TEJO, tem fundos disponíveis em Julho para novos compromissos. Básicamente ESTÃO TODAS PARADAS! Inclusivé, o Município da Barquinha, Cosntância e Abrantes, os quais têm uma situação financeira equilibradíssima.

Um disparate total! O PPD parou o País. Que tal começar a parar-lhe a vida?

Leia comunicado dos autarcas do Médio Tejo:

Sem comentários: