Tivemos cerca de 87mil visitas desde janeiro/2016 - 7700/mês e mais de 214 mil desde julho/2007

30.5.16

Bombeiros de Tomar melhoram e aumentam serviços

A estratégia foi a definida em 2010, quando tive a oportunidade de ter tido a responsabilidade como vereador dos bombeiros.

A execução e a capacidade de a implementar foi de agora, neste mandato iniciado em 2013: investir em mais e mais formados recursos humanos, tendo entrado no quadro dos Municipais de Tomar 15 novos bombeiros e na aquisição de mais equipamentos - um VSAT (decidido em 2011 e entregue dois anos depois), para apoio a graves acidentes e outras ocorrências inopinadas e ambulâncias, tendo já entrado ao serviço mais três, desde 2013.

A aposta agora está centrada na programação de aquisição de veículos de combate a incêndios, muito provavelmente um VFCI - Veículo Florestal de Combate a Incêndios.


Considero que ainda não está atingido o ponto ideal na substituição de ambulâncias, uma vez que foram anos demais sem reposição e investimento neste setor.

O número de serviços prestados à população não pára de subir - mais de 20% em escassos dois anos e, no transporte de doentes, este ano já se ultrapassou os 70.000Km de serviço, quando até 2013 esse numero não ultrapassava os 40.000Km.

Este aumento de serviço, permite já ter, de forma sustentada, uma receita estimada anual próximo de meio milhão de euros, o que poderá significar uma taxa de cobertura das receitas, face à despesa, de cerca de 40% no setor da Proteção Civil.
Quando se iniciou esta inversão de estratégia, no ano de 2010, a taxa de cobertura no ano anterior (2009) havia sido de menos de 15%.

Conclui-se assim, que vale a pena investir, não só por assim se garantir o maior numero de serviços à população e a sua qualidade - que é o principal, mas também que tal possa ser feito com maior sustentabilidade financeira. 
Exemplo disso é que estão também em formação doze bombeiros para serem mais especializados, na assistência a doentes, denominado TAS, que é só o maior grupo de formação nesta especialidade que alguma vez os Municipais de Tomar tiveram. Isto depois de uma equipa de dez bombeiros o ter estado em formação para estruturas colapsadas, nos Sapadores de Coimbra, depois de um ano de preparação iniciado numa visita de trabalho que tive oportunidade de promover, com o senhor segundo Comandante no final do ano de 2014.

Sem comentários: