Tivemos cerca de 85mil visitas desde janeiro/2016 - 7600/mês e mais de 212 mil desde julho/2007

16.7.10

As contas, os economistas e o advogado da desgraça

Gostava muito de poder acompanhar o raciocínio do "cataclismo concelhio" em que vivemos, segundo alguns articulistas, políticos e agentes públicos recentes, mas os números são o que são.

E devemos cuidar que não sendo "especialista" em economia, é natural que um vereador de um partido como o PS, esteja naturalmente assessorado das diversas mestrias, que me ajudam a mim e aos restantes autarcas do PS, a sobre todas as areas fazer a analise necessaria. A isso se chama trabalho em equipa e uma das vantagens das estruturas políticas organizadas, com história e responsabilidade.

Sobre os números avançados aqui no meu blogue pessoal, eles são retirados de documentos presentes à ultima reunião de câmara e retratam uma situação financeira global sustentável e incluem toda a divida a fornecedores existente até 31/5/2010. Para que se saiba o prazo medio de pagamento a fornecedores, está neste momento em 113 dias, aproximando-se de valores aceitáveis, tendo baixado desde o inicio do mandato, até 31/3 em 20% (era a 1/Outubro de 140 dias).

Conforme também em anterior post coloquei aqui no twiter (aquo visível vamosporaqui.blogspot.com), a capacidade de endividamento do Municipio esta actualmente em cerca de 12 milhões€, crescendo todos os meses à medida que vamos amortizando empréstimos anteriores.

Daria "jeito" a alguns insistir na completa desgraça financeira do autarquia, para objectivar onseu desejo de que nada fosse feito, nada acontecesse e que a inércia imperasse. Tal não é o caso e em cada dia trabalhamos para colocar em marcha, de forma sistemática e estratégica, os investimentos necessários para o nosso futuro colectivo.

Conforme já por diversas vezes escrevi, há sempre quem queira olhar para trás. Eu, pelo contrário faço parate do grupo das que querem andar para a frente. Feitios!

Sem comentários: