Tivemos cerca de 85mil visitas desde janeiro/2016 - 7600/mês e mais de 212 mil desde julho/2007

11.10.16

O melhor de três anos de gestão municipal: o apoio às freguesias

Nota do dia a ser transmitida na Rádio Hertz (FM92 e FM98), nesta quarta-feira, dia 12 de outubro, depois dos noticiários das 13H00 e das 19H00.


Agora que se está a ultimar o orçamento do município para o último ano do mandato e, portanto, o primeiro em que não colaboro na sua preparação, é talvez altura para uma pequena abordagem daquela que tem sido a maior marca da gestão municipal, depois das eleições de há três anos atrás.
E essa marca é, decididamente, à parte de alguma teatralidade por vezes histérica, dos vereadores das oposições e de alguns do poder, o investimento nas freguesias, através de uma lógica de parcerias e de muito melhor organização e canalização de verbas para que, TODO o Concelho, passe a ter a qualidade de vida, que sempre ambicionámos.
Acho que deve ser motivo de orgulho para todos, autarcas e população, ter sido possível alterar significativamente, fora das guerras partidárias e dos estados de alma, o relacionamento entre TODAS as freguesias e o município.
O orçamento de 2016 estipulou um aumento de 40% das verbas para as freguesias e, a estratégia deixada montada, passava para que para o orçamento de 2017, pudesse esse aumento ser reforçado com mais 25% no mínimo.
Esperemos que, apesar do momento de alguma confusão e cabeça perdida que se vive ali para os lados da Praça da República, a proposta de orçamento para 2017, cumpra esse necessário e absolutamente justo reforço, pois todos sabemos que as verbas geridas mais próximas das populações, neste caso pelas juntas de freguesia, permitem fazer mais e mais rápidas obras.
Gerir a coisa pública é saber que não é com secretismos, medo de reunir regularmente com os diferentes autarcas, tentar fugir aos problemas ou ouvir criticas e opiniões diferentes, dizia, que não é assim que se obtêm resultados.
Fruto dos bons orçamentos preparados, especialmente para 2015 e 2016, visto que o primeiro de 2014, foi ainda muito resultado do que estava absolutamente comprometido pela anterior gestão, este ano além do aumento de verbas para as freguesias já aqui falado, permitiu colocar um investimento direto do Município de cerca de meio milhão de euros em asfaltamentos, na cidade e nas freguesias rurais, além do grande investimento finalmente realizado com a construção da nova Ponte do Carril, em preparação há quase dois anos.

É bom saber que se faz bem.
É bom saber que problemas antigos, como por exemplo a Rua da Escola nos Casais, as pavimentações entre o Chão das Eiras e o limite do Concelho, a Rua da Estrada Real no Paço da Comenda, a estrada entre a Asseiceira e Grou, a Estrada da Marianaia e entre esta e o Rio Nabão, têm tido, com base nesta estratégia, o seu bom desfecho.
Ou ainda os asfaltamentos urbanos do Casal dos Aromas e da Rua Casal do Láparo, bem como aqueles que talvez ainda este ano fiquem terminados nas Ruas José Saramago, Fernando Ferreira, Filipe Terci e Romualdo Mela, na envolvente ás Piscinas Municipais. Ou, ainda, a obra de Palhavã…
É bom saber que a defesa que durante anos, muitos autarcas de diversos partidos, fizeram de que trabalhar em conjunto, trazia bons resultados, está a ser por todos reconhecido.
O que se espera para 2017 é a sua continuação. Para bem de Todos. Sim, porque Tomar é de TODOS!


Próxima Nota do dia, quarta-feira, dia 26 de outubro de 2016

Nota do dia anterior (dia 28 de setembro de 2016)

Sem comentários: