Tivemos cerca de 85mil visitas desde janeiro/2016 - 7600/mês e mais de 212 mil desde julho/2007

29.3.16

Tenreiro e o irrelevante contributo do PSD em Tomar

Nota oficial de resposta ao Vereador Tenreiro

Estupefacto que fiquei, face à notícia de que o presidente da comissão política e candidato a presidente da câmara de Tomar pelo PSD, se questionou publicamente na reunião de câmara desta segunda feira, pela minha presença a assistir à apresentação do dispositivo da GNR, na passada terça-feira, tenho a informar que:

- o senhor vereador melhor cuidaria em se preocupar em apresentar uma qualquer solução viável, como eu fiz, por exemplo, para a resolução do problema dos ciganos do Flecheiro, em lugar de se preocupar onde está o deputado municipal Luis Ferreira, neste ou naquele dia;

- o PSD de Tomar, em lugar de procurar fantasmas que lhes "tirem o sono", melhor cuidaria em deixar de votar contra legítimos apoios decididos em reunião de câmara para valorizar os Bombeiros, através da sua Associação, por exemplo;

- os senhores autarcas sociais democratas, que quisessem ter estado presentes na passada terça-feira, naquela que foi uma singela apresentação de cumprimentos, do dispositivo da GNR que nesse dia percorreu todo o Concelho de Tomar, numa ação de sensibilização para a prevenção dos incêndios florestais, poderiam tê-lo feito, dada a ampla divulgação pública realizada;

- sim é verdade: sou cidadão e autarca interessado nas áreas da segurança, da proteção civil e foi com gosto que assisti à sessão de cumprimentos da GNR à senhora presidente da câmara, na presença do senhor comandante operacional municipal e da senhora engenheira responsável pelo gabinete técnico florestal, pessoas com quem me orgulhei de trabalhar durante alguns anos. Julgo que me é reconhecido o interesse e trabalho de mais de uma década no setor e por isso mesmo, nada estranha a minha presença a assistir a tal;

- a atitude inaudita do vereador da oposição, só denota aquilo que é hoje para cada vez mais notório para qualquer observador atento do fenómeno político Tomarense: por um lado, que muito gostaria o PSD que eu literalmente "desaparecesse", talvez porque tenha a capacidade de lhes demonstrar as incapacidades, que ao longo dos anos vêem mostrando na gestão dos negócios públicos. Por outro lado, aqueles que pensavam ser possível que isso alguma vez acontecesse, previram mal, muito mal, pois não só sou cada vez mais escutado (e especialmente lido), como naturalmente, não deixarei como é óbvio de estar onde, quando e com quem entender, escrevendo e propondo, em cada momento, o que melhor achar útil para Tomar.

É esta a essencial diferença entre quem lidera processos, fazendo esforço para encontrar soluções e quem não é mais do que cata vento, manietado e ruidosamente vazio de propostas para melhorar Tomar, como é o caso do PSD e do seu dirigente máximo no Concelho.

No meu fraco entender, Tomar e os seus muitos problemas, mereciam melhores alternativas, estando à vista de todos porquê.

Luís Ferreira,
Atual deputado municipal eleito pelo PS;
Membro do conselho municipal de segurança;
Ex-vereador responsável pelos bombeiros e proteção civil;
Ex-adjunto do governador civil do Distrito de Santarém.

A notícia é real e pode aqui ser lida.

Sem comentários: