Tivemos cerca de 87mil visitas desde janeiro/2016 - 7700/mês e mais de 214 mil desde julho/2007

27.3.16

Concentrar o Mercado, a aposta inteligente


Depois das recentes obras, quase terminadas no Mercado Municipal e da libertação do Parque de Estacionamento de Santa Iria, para a sua efetiva função, o Mercado semanal está mais concentrado e junto ao Mercado diário.

Esta é a sua forma correta, no meu entender, uma vez que a simultaneidade dos vários vendedores, torna o Mercado apetecível, pela oportunidade que representa para o cliente, por ter uma grande diversidade de produtos disponíveis no mesmo local. E isso tudo junto ao mercado diário, onde pode também comprar os produtos agrícolas locais frescos.


Infelizmente a ideia do atual vereador Bruno Graça (CDU), mais uma vez na senda do que nos vem habituando, vai num sentido completamente errado: ao querer retirar o Mercado Semanal da zona do Mercado Municipal e colocá-lo na Várzea Grande.

Ora, o que os nossos Mercados menos precisam é de serem “partidos”, estando eu convicto que é a sua concentração que os torna funcionais e apetecíveis.

E já agora o que a Várzea Grande mais precisa é de obras e não de ser invadida semanalmente com um Mercado, difícil de controlar e que, em todo aquele espaço, sem a âncora” do edifício do atual Mercado Municipal seria um verdadeiro trambolho, um nado morto comercial, em que todos perderiam dinheiro, especialmente os vendedores, perdendo toda a cidade.

Uma Várzea Grande requalificada - coisa que há 100 anos não é feita, que sirva como grande bolsa de estacionamento da cidade e que sirva para a Feira de Santa Iria que durante quase três semanas por ano toma conta do espaço. E nessas três semanas, onde se realizaria o Mercado Municipal?

Um conselho sincero ao vereador comunista: deixe-se de invenções e tente terminar o que começou. Se conseguir fazer isso, talvez ainda “salve” o seu mandato como vereador. Não estrague mais, por favor!

 

Sem comentários: