Tivemos cerca de 85mil visitas desde janeiro/2016 - 7600/mês e mais de 212 mil desde julho/2007

20.10.10

O render da guarda no Politecnico

Após mais de um quarto de século de existência, primeiro como Escola de Tecnoclogia e posteriormente como Politécnico autónomo, tomou posse o primeiro presidente do Politecnico de Tomar eleito após a aprovação dos novos estatutos, aprovados ao abrigo do RGIES, pela Lei 72/2007, de 10 de Setembro.

O Prof. Eugénio de Almeida inicia assim, a segunda vida do nosso Politecnico, instituição base do nosso Concelho e da nossa região, depois de anteriores eleições, por via de outro enquadramento jurídico e estatutário, do professor Pacheco de Amorim por duas vezes e do professor Pires da Silva, por um único mandato.

A transição e a "refundação" do nosso Politecnico foi realizada pela mão do Prof. Pires da Silva, que orgulhoso passou o testemunho a uma nova geração de dirigismo académico.

Conheço há vários anos, partilhando às vezes algumas boas reflexões sobre o mundo e a nossa região, o hoje Presidente do Politecnico de Tomar e estou convicto da sua visão e profissionalismo de actuação estratégica, num mundo globalizado e numa (sub)região que procura ainda o seu papel.

A valência técnica e educativa, prevalecentes no Politecnico de Tomar, sao essenciais para a afirmação de Tomar na sua sub-região e a sua única esperança para o futuro. Muito honestamente é o que penso.

Um bom trabalho a toda a equipa liderante, é o meu sincero desejo.
Tomar agradece!

.

Sem comentários: