Tivemos cerca de 87mil visitas desde janeiro/2016 - 7700/mês e mais de 214 mil desde julho/2007

21.8.09

"E eu é que sou António Preto?"


Leiam só este primor do cabeça de Lista do PSD por Santarém e, como todos sabemos, muito amigo do Presidente da Assembleia Municipal de Tomar Miguel Relvas.
Com a defesa que Manuel Ferreira Leite faz de António Preto, se ela fosse líder do PSD há mais tempo, até Pedro Marques teria sido candidato pelo PSD. É que cada um tem o "António Preto" que quer e merece...

Por Paula Sá , DN Portugal

No blogue Jamais, o cabeça de lista de Santarém admite "erros graves" nas listas do partido, mas diz ter engolido "sapos" para derrubar o PS. Paulo Marcelo, membro da Comissão Política Nacional, também é contra a escolha de Preto


Pacheco Pereira tinha prometido falar sobre a polémica das listas de candidatos do partido às legislativas e cumpriu. No blogue Jamais lança a pergunta -"Há erros, mesmo erros graves?" - e responde: "Certamente que há". Admite, aliás, que ele próprio teve que "engolir sapos", mas sustenta que é preciso salvar o País do "desastre nacional" que seria um novo mandato de José Sócrates. O que não o inibe de considerar António Preto "uma ferida em aberto nas listas do PSD".

"Não vos agrada a pessoa A e B, tirariam a pessoa A e B, entendem que a A e B são prejudiciais ao partido e que foi um erro Manuela Ferreira Leite tê-los lá colocado? Acham que eu também concordo, que também gosto, que eu não acho mal?" - escreve o cabeça de lista social-democrata por Santarém. Pacheco Pereira nunca dá rostos ao A e ao B, mas os dois nomes incluídos nas listas que mereceram maiores críticas internas e externas foram os de António Preto e Helena Lopes da Costa, um acusado e outra arguida em processos judiciais.

No primeiro post que data de 15 de Agosto, o também comentador político deixa ainda sob a forma de pergunta a sua versão do que se pode esperar das equipas de Ferreira Leite: "Não há razões máximas, gloriosas teoricamente atractivas, 'ismos' perfeitos, não há equipas a reluzir de novo, saídas não se sabe bem donde, não há governos maravilhas, mas apenas governos possíveis , não há regenerações de varinha mágica?" E volta a responder: "Talvez".

No mesmo blogue, um dos membros da Comissão Política Nacional do PSD, Paulo Marcelo, manifesta a sua discordância pela integração de António Preto nas listas do partido. Este dirigente social-democrata entende que "Preto não tem condições para se apresentar como candidato a deputado, nem o PSD devia aceitar a sua candidatura". E defende que os partidos devem fazer uma "avaliação política" dos nomes que escolhem.

Nota:

1. Ora não poderia concordar mais com o "companheiro" do PSD. Foi precisamente por isso que desde 1996 que o PS em Tomar decidiu "despedir" e manter bem longe da sua porta o "António Preto" de Tomar.

2. Todas as referências a "Preto" tiveram que ser corrigidas para "António Preto", em virtude de já andarem por aí umas "virgenzinhas impolutas", muito escandalizadas com o pretenso teor racista da mensagam, que obviamente não tinha.
Por isso mesmo, caros amigos, os "Antónios Pretos" tanto podem ser pretos, brancos ou amarelos, mas que não os quero por perto de mim e muito menos em qualquer função na Autarquia Tomarense, ai isso estejam descansados que não! [24/8/2009]

Sem comentários: