Tivemos 97.798 mil visitas em 2016 - 8150/mês, 52.175 de janeiro a junho de 2017 e mais de 279 mil desde julho/2010

21.2.17

Pausa para sexo, proposta por vereador na Suécia,

Juro que estou convicto que aquilo a que chamamos pensamento disruptivo, tem de ser reformulado.

E eu a pensar que estava a conseguir inovar em Tomar, com Moções sobre violência doméstica, o desenvolvimento sustentável ou sobre a promoção da igualdade de género...

Vereador sueco propõe pausas no trabalho de uma hora para ter relações sexuais


Per-Erik Muskos defendeu que na sociedade atual os casais não passam tempo suficiente juntos e a sua proposta é "sobre melhorar os relacionamentos"

Os suecos deveriam ser autorizados a ter uma pausa de uma hora no trabalho para terem relações sexuais com os seus parceiros, propôs hoje um vereador de uma pequena cidade daquele país.

"Há estudos que mostram que o sexo é saudável", disse Per-Erik Muskos, de 42 anos, o vereador da cidade de Overtornea (norte da Suécia) que apresentou a moção para a pausa sexual.

Em declarações à agência francesa AFP, o vereador disse que a sua proposta visa melhorar as relações pessoais dos cidadãos.

Per-Erik Muskos defendeu que na sociedade atual os casais não passam tempo suficiente juntos e a sua proposta é "sobre melhorar os relacionamentos".
O
vereador reconheceu que não haverá forma de verificar se os empregados não usam a sua hora para outros fins que não seja estar com os parceiros.

"Não podemos garantir que o trabalhador não vai antes dar uma volta", disse Muskos, acrescentando que os empregadores precisam de confiar nos seus empregados.

Também disse que "não vê qualquer razão" para que a moção seja chumbada.

Sem contar com os finlandeses e os franceses, os trabalhadores a tempo inteiro suecos são os que trabalham menos horas, com uma média de 1.685 horas em 2015.

Os britânicos trabalharam em média 1.900 horas e os alemães 1.847 horas em 2015.


Ler aqui a notícia na sua origem

Mais sobre a cidade de menos de 2000 habitantes - que fica no circulo polar ártico (com 12 meses de noite e 12 meses de dia)

Sem comentários: