Tivemos 97.798 mil visitas em 2016 - 8150/mês e mais de 227 mil desde julho/2007

20.2.09

Bombeiros, Medalhas e Carnaval

Nota do dia lida hoje aos microfones da Rádio Hertz [FM 98], retransmitida Domingo, dia 22, após o noticiário das 13Horas.



Tivemos esta semana o aniversário dos Bombeiros Municipais de Tomar, onde foi notória a importância que as entidades públicas dão aos homens e mulheres que aí prestam serviço, voluntário e profissional, para ocorrer a todas as solicitações de emergência que vão ocorrendo no Concelho. Lamentável foi, que nesta cerimónia o vereador do pelouro, Ivo Santos, se tenha preocupado em atacar os voluntários acusando-os de não cumprirem as suas obrigações, ao velho estilo caceteiro com que António Paiva nos habituou no relacionamento com os Bombeiros.

Base dos sistema de protecção civil, os Bombeiros de Tomar, cumprem uma nobre e importante missão que merecia ser mais estimada e dignificada pelo seu vereador, que deveria confinar as suas criticas às reuniões internas, a realizar com os homens e mulheres que aí exercem o voluntariado, e não fazê-lo na praça pública.

Sobre outro tema em relevo nas últimas semanas, ficamos a saber que afinal havia também por parte dos vereadores independentes o interesse em que houvesse um regulamento para medalhas homenagens, quando o ano passado tentaram, com má fé e oportunismo bacoco, impor uma homenagem a todos os ex-autarcas de Tomar, com excepção do ex-presidente da Assembleia Municipal de Tomar, Engº José Mendes, eleito pelo Partido Socialista.

Ficamos a saber isso, porque o vereador do PS, Carlos Silva, apresentou este ano uma proposta de regulamento que era exactamente o mesmo REGULAMENTO, que o então vereador da CDU Rosa Dias apresentou à Câmara em 1989 e posteriormente em 1993, entregou ao presidente da altura, hoje vereador Pedro Marques.

Ou seja, os actuais vereadores dos independentes, tinham uma Proposta de Regulamento sua, que não apresentaram o ano passado. Aí foram buscar uma proposta do PS de 2007 onde era proposta uma homenagem às figuras em destaque na sociedade Tomarense, da cultura ao desporto, das artes á politica, "esquecendo-se" que tinham uma proposta com quase 20 anos que não apresentaram.

Agora que o PS recuperou a proposta deles de há 20 anos, EXACTAMENTE IGUAL, nem um, nem outro vereador dos independentes, viram que era a proposta que conheciam há imensos anos e que o ano passado se esqueceram de apresentar, na sua fobia anti-PS.
Prestaram assim um mau serviço a Tomar.
Mas ainda sobre este assunto, melhor não andou o PSD que na mesma reunião de Câmara veio falar de uma Proposta que dizem ter mas que ninguém conhece, nem nunca foi apresentada.

O Vereador Carlos Silva e o PS, conseguiram mais uma vez demonstrar que aqueles senhores que há vinte anos por lá andam na Câmara, são parte do PROBLEMA e NÃO PARTE DA SOLUÇÃO!

Outro facto interessante que tivemos também nas últimas semanas foi a atribuição de cerca de 30 mil euros de apoio para o Carnaval de Tomar, com o que estou indiscutivelmente de acordo. O problema é que houve o esquecimento, mais uma vez, do Carnaval da Linhaceira. Desde 2007 que o PS vem exigindo, com propostas concretas na Câmara e Assembleia Municipal, que o Carnaval da Linhaceira, seja considerado como parte um mais vasto “Carnaval do Concelho de Tomar”, e por isso mesmo receba um apoio que valorize e dignifique o empenhamento das gentes daquela terra, que há 18 anos consecutivos vêm organizando um Carnaval que promove a Linhaceira, a Freguesia da Asseiceira, mas muito especialmente o Concelho de Tomar.

Todos os anos o PSD recusa dar apoio ao Carnaval da Linhaceira.
Todos os anos o PS relembra o assunto.
Haverá, estou certo, um dia em que os cidadãos de Tomar, independentemente do sítio onde vivam, sejam tratados de igual forma. Sem AMOS, NEM SENHORES, SEM MEDO, NEM OPORTUNISMOS.
Porque os palhaços, esses, são mesmo bons é no circo ou então, por estes dias, mas só por estes dias, por aí.

Um bom carnaval para Todos.

Sem comentários: