Tivemos cerca de 85mil visitas desde janeiro/2016 - 7600/mês e mais de 212 mil desde julho/2007

27.8.10

O anti-dogmatismo a movimento cultural

"Quem escreve e assina, assume e dá a cara. Não foge."

Este é um velho principio que deve nortear quem, tendo coluna vertebral, assume as consequências das suas opiniões.

Elas não são as mais expectáveis? Desejáveis? Burguesamente aceites?
Não seguem o "guião" pré-estabelecido e não veneram os "chefes" ou os auto-intitulados pensadores?
Al-berto ou Fernando Pessoa foram, só a título de exemplo, enquadráveis, engajáveis e adequados?

O sentido estético das palavras resume-se ao seu, eventual, sentido ético ou anti-ético?

Pois...
Temos pena!

Sem comentários: