Tivemos 97.798 mil visitas em 2016 - 8150/mês, 26.653 no primeiro trimestre de 2017 e mais de 256 mil desde julho/2010

27.12.05

A PRESSA É INIMIGA DA PERFEIÇÃO

Os Deputados Municipais na última reunião da Assembleia - de 16 de Dezembro - foram surpreendidos com a "montanha" de propostas apresentadas por diferentes Grupos Parlamentares.

A generalidade das Propostas nem sequer foram discutidas, em virtude do pouco tempo existente e da impossibilidade da Mesa providenciar a sua distribuição para que até ao momento da votação fosse possível os Deputados analisarem o seu teor.

O PS votou favorável a maior parte das Propostas, por entender que é quase indiferente a sua aprovação ou rejeição, visto que a maior parte das mesmas dependem tão só da boa fé negocial, quer da Câmara Municipal, quer de diversos Serviços da Administração Central.

Mas na ânsia de mostrar serviço, o Grupo Parlamentar dos Independentes chegou ao cúmulo de propôr a criação de 2 comboio rápidos entre Tomar e Lisboa, tendo a proposta sido aprovada, com 8 abstenções do PS.

Tal facto causou alguma estranheza. Mas, passemos a explicar:

A proposta aprovada foi a seguinte:

PROPOSTA (Aprovada por 27 votos a favor-PSD, IPT, CDU e BE, e 8 Abstenções do PS)

Considerando que se torna necessário reduzir o tempo de duração das ligações ferroviárias entre Tomar e Lisboa e entre Lisboa e Tomar, no Ramal de Tomar. A Assembleia Municipal de Tomar reunida no dia 16 de Dezembro de 2005 decide:

1.- Que a Assembleia Municipal, em conjunto com a Câmara Municipal, estabeleça contactos com a Administração da C.P. (Caminhos de Ferro) para obter o estabelecimento de, pelo menos, duas ligações diárias rápidas, tendo como referência os horários em que mais cidadãos utilizam o serviço.

2.- Aprovar esta moção em minuta e transmiti-la à comunicação social.
ANÁLISE:
Ora acontece porém, que desde os anos 80 - aqueles que os senhores dessa bancada parlamentar sempre estão a falar, como se o mundo aí tivesse parado - existem duas ligações rápidas entre Tomar e Lisboa.
Hoje mesmo, quem visitar o ( site da cp ) poderá constatar a existência de duas ligações rápidas entre Tomar e Lisboa: Um Comboio Inter-Regional com saída de Tomar às 5H44 e chegada ao Oriente às 7H18, com um tempo de deslocação de 1H34m e preço de 8,70€ e outro com saída de Tomar às 6H40 e chegada ao Oriente às 8h18, com um tempode deslocação de 1h38m e o mesmo preço de bilhete. Os referidos comboios Inter-regionais têm paragem em Lamarosa, Entroncamento, Santarém e Vila Franca.
Da parte da tarde existem outros dois comboios rápidos, COM AS MESMAS PARAGENS, no sentido Lisboa-Tomar, um às 17h18, com chegada às 18H50 e outro às 18h18, com chegada às 19h50.
A conclusão que se pode tirar é a de que este Grupo Parlamentar, bem como os outros que aprovaram esta Moção não andam decididamente há mais de 15 anos de Comboio entre Tomar e Lisboa, ou então conseguem fazer a deslocação de carro mais rápida e mais barata às horas em que estes Comboios circulam, cumprindo o código da estrada e "voando" sobre as filas de trânsito, quer da cidade de Lisboa, quer da EN110, entre a Atalaia e Tomar.
Imaginem a surpresa da Administração da CP quando receber este Moção aprovada pela Assembleia Municipal de Tomar: muito provavelmente vão dizer que em Tomar os Deputados Municipais estão como os Romanos nos livros do Asterix!
Uma boa viagem para todos! (De Comboio claro)